Mês: abril 2022

Como preparar seu corpo e mente para uma lipoaspiração

Como preparar seu corpo e mente para uma lipoaspiração

Como se preparar fisicamente para a lipoaspiração Siga estas dicas para preparar seu corpo para a transformação da lipoaspiração. Coma saudavelmente Dê ao seu corpo o combustível necessário para se curar de forma rápida e eficaz. Coma muita proteína magra, vitaminas, gorduras saudáveis ​​e alimentos à 

Dez perguntas comuns sobre aumento de mama respondidas

Dez perguntas comuns sobre aumento de mama respondidas

Existem algumas das perguntas mais comuns que os pacientes abaixo dos pacientes sofrem com as respostas de um cirurgião plástico pelo conselho. Diz a Dra. Etienne em seu site: https://www.etienne.com.br. Por que você coloca implantes mamários abaixo do músculo? Há médicos científicos para que os implantes pareçam 

Recuperação da rinoplastia

Recuperação da rinoplastia

A rinoplastia remodela o nariz para censurar qualquer senão ou apenas uma coisa que incomode seu proprietário. Trata-se de uma das cirurgias plásticas mais realizadas no Brasil, o que não é de se admirar, já que é uma das partes do corpo mais proeminentes e que mais impactam na perspectiva.

A intervenção no nariz não é uma complexa, em razão de várias vezes o paciente pode ir para a casa no mesmo dia do técnica. Não obstante, é necessário adotar um profissional de firmeza, um local apropriado e saber bem o que se quer como resultado.

O que é rinoplastia?

A intervenção de rinoplastia é um técnica constantemente realizado com propósito estético, ou seja, para oferecer conjugação do nariz com o resto da rosto, no entanto há casos de fundamental distintivo ligado no sistema respiratório. Acesse muito mais sobre rinoplastia em https://www.etienne.com.br/

O técnica não costuma ser de alta dificuldade ou intervir vários riscas, dessa forma várias vezes o paciente pode ir para casa no mesmo dia.

A rinoplastia masculina é uma das cirurgias plásticas mais buscadas por homens de 20 a 30 anos. Entre as mulheres, ela é desejada, porém não figurante entre as mais pedidas. De acordo com informação da ISAPS, os procedimentos mais buscados por elas são: instituição de mamas (prótese de silicone), lipoaspiração, blefaroplastia, abdominoplastia e mastopexia.

Informações

De acordo com o clínico plástico Luís Felipe Maatz, profissional em Intervenção Maior parte e Intervenção Plástica pelo Hospital das Clínicas da Bens de Medicina da Faculdade de São Paulo, a rinoplastia pode ser indicada por causas estéticos (para ajustar o nariz com os apontamento do frente), funcionais (no momento em que há qualquer alteração na ofício respiratória nasal), ou pelos 2 causas.

Ligado

Chave de septo e ganho de massa muscular das conchas nasais são complicações comuns que são capazes de provocar dificuldade na respiração. No momento em que realizada a rinoplastia, essas modificações são capazes de ser corrigidas, com racional crescimento do movimento de ar pelas narinas e benefício do padrão respiratório.

Plástica

Entre as possíveis correções estéticas, estão a diminuição de massa do nariz, da giba do dorso nasal, redução da largura, modificações da ponta nasal, modificações da asa nasal e narinas, entre outros.

Pré-operatório da rinoplastia

Antes da intervenção, será essencial a prática de alguns exames para saber como está a saúde maior parte, como hemograma, testes de coalhadura e cardíacos. Em casos de modificações funcionais, é recomendado realizar tomografia dos seios nasais.

Caso seja saturado um medicamento exclusivo, o médico deverá expressar se será preciso atrapalhar seu utilização com primazia. Remédios anticoagulantes, como aspirina, não precisam ser ingeridos antes da cirurgia, já que são capazes de casar a coalhadura e fazer sangramentos.
Será preciso para de fumar e ingerir bebida alcoólica e, por fim, preservar jejum e refreamento da consumo de água por algumas horas antes da plástica no nariz.

Técnicas

Há muitas técnicas possíveis para a prática desta intervenção, as quais são escolhidas de acordo com a urgência de cada paciente e a preferência do médico.

Técnica aberta

A maior parte dos cirurgiões plásticos utiliza a tragada rinoplastia aberta, com visualização direta dos componentes do nariz (ossos, cartilagens e partes moles) a partir de uma incisão entre as narinas, por dentro e por fora.

Técnica fechamento

Na rinoplastia fechamento, é realizado um irrelevante corte apenas na parte interna das narinas.

Como é feita?

Após a descrição e visualização, há intervenções variadas sobre as estruturas, como retiradas parciais ou remodelamentos das cartilagens, raspagem dos ossos e osteotomia (tipo de corte/quebra nos ossos laterais), retiradas ou reposicionamento das asas nasais, entre outros, diversificando caso a caso.

São corrigidos eventuais desvios de septo ou excessos das conchas nasais e, em alguns casos, colocados enxertos de cartilagem.

Duração

É uma intervenção de curta duração ( cerca de 2 a 3 horas) e a alta hospitalar acontece no mesmo dia ou no dia posterior ao técnica.

Recuperação e pós-operatório da rinoplastia

A recuperação da rinoplastia costuma ser tranquila e ágil.
Há urgência de utilização de tratamento por cerca de uma semana, assim como utilização de remédios por via nasal e oral.

Nos primeiros dias, por causa de ao inchaço afluente, pode ocorrer dificuldade na respiração pelo nariz, o que costuma aumentar com o utilização das remédios prescritas pelo clínico.

O paciente pode voltar às atividades habituais depois de um tempo respeitante a limitado: média de 7 a 14 dias para o trabalho e de um mês para prática de atividades físicas.

Como limpar o nariz após a rinoplastia?

Em alguns casos (individualmente), recomendo que os pacientes limpem o próprio nariz após a rinoplastia. Como fazer isso? Uma solução fraca de sal marinho é adequada para manipulação. Você pode fazer em casa ou comprá-lo em uma farmácia (Aquamaris, Aqualor e outras marcas. O principal componente das preparações é a água do mar estéril).

É necessário limpar o nariz operado com o máximo de cuidado e precisão possível. Estou falando sobre a técnica em etapas:

  • incline a cabeça para o lado sobre o lavatório,
  • enquanto inala, prenda a respiração e faça várias injeções da solução (primeiro em uma narina, depois na segunda),
  • sopre o ar lentamente, como se estivesse assoando o nariz.

Quanto tempo leva para se recuperar totalmente da rinoplastia?

Em média, leva cerca de um ano inteiro para se recuperar completamente de uma rinoplastia ou procedimento de remodelação do nariz . Contanto que você faça tudo o que puder para manter a saúde ideal e cuidar bem do nariz durante esse período, poderá até minimizar o tempo de recuperação.

Fonte de Reprodução: Getty Imagens

Para lhe dar uma ideia melhor do que esperar durante o período de recuperação da rinoplastia, aqui está um detalhamento semanal da linha do tempo:

  • Semana 1: Seu cirurgião plástico facial examinará seu nariz e provavelmente removerá sua tala. Durante esse período, você poderá notar alguns pequenos hematomas ao redor dos olhos, mas, caso contrário, poderá retomar suas atividades normais. Apenas esteja atento a tudo o que você faz, quanta exposição ao sol você recebe e não pressione o rosto ou levante objetos pesados.
  • Semana 2: A maioria dos hematomas e inchaços faciais já devem ter diminuído.
  • Semanas 3 e 4: Se você se exercita, neste momento você pode retomar os exercícios cardiovasculares.
  • Semana 6: Exercícios de resistência e treinamento de força podem ser retomados neste momento, pois os ossos devem estar estáveis. Mas não deixe de consultar seu cirurgião plástico facial e médico geral antes de retomar atividades físicas extenuantes.
  • 3 a 6 meses: A dormência e as sensações anormais da pele ao redor do nariz devem desaparecer completamente neste ponto.
  • Um ano: A essa altura, o processo de cicatrização deve estar completo, mais ou menos algumas semanas ou meses. Você não deve sentir nenhum inchaço, hematomas, desconforto, vermelhidão ou dor neste momento. Além disso, você deve ser capaz de ver os resultados completos de sua rinoplastia. Consulte seu cirurgião plástico facial imediatamente se notar quaisquer efeitos colaterais anormais.

Quais são os benefícios de uma lavagem nasal de limpeza?

  • reduz o inchaço e o risco de inflamação,
  • ocorre a limpeza natural da mucosa nasal,
  • melhora a imunidade.

Antes e em seguida

A rinoplastia precisa ajustar o nariz do paciente com a rosto. Há inúmeras modificações possíveis e resultados que são capazes de ser esperados, por exemplo:

Diminuição do massa

  • Diminuição da giba do dorso nasal (narizes aduncos).
  • Redução da largura (narizes largos ou popularmente “ nariz de batata ”)
  • Modificações da ponta nasal (pontas em formato de bolinha ou quadradas, que ganham o um afinamento)
  • Modificações da asa nasal e narinas (como a diminuição da boca das narinas)

Crescimento e elaboração do nariz, o que pode ser ganho a partir de enxertos de cartilagem da aba ou até mesmo da costela

Riscos

A rinoplastia não é considerada uma intervenção perigosa, a partir de que seja realizada por um clínico profissional em hospitais ou clínicas com estrutura adequadas e o paciente esteja com boas condições de saúde.

Porém, também dessa maneira pode ocorrer sangramentos e dificuldade em respirar no pós-operatório, além dos riscas inerentes a qualquer intervenção, como infecção e os relativos à anestesia. O blog da Dr. Etienne de Soares da muitos outros detalhes de como funciona a rinoplastia, veja a seguir https://www.etienne.com.br/cirurgias

Possíveis efeitos colaterais

Qualquer cirurgia vem com riscos. Eu aviso francamente meus pacientes sobre todos os riscos e possíveis complicações na consulta. Mas, confiando a rinoplastia aos profissionais, os riscos são reduzidos. Também é importante o suporte pós-operatório e a disposição do cirurgião para solucionar possíveis complicações.

Os efeitos colaterais após a rinoplastia incluem:

  • calo,
  • deformidade do nariz,
  • inflamação tecidual.

                                                         

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Rinoplastia

Ricos da Lipoaspiração

Ricos da Lipoaspiração

Além disso, no momento em que se aspira pouca porção de gordura os riscas são também mais reduzidos, uma vez que a momento de começo de problemas amplifica no momento em que o tempo da intervenção é viaduto ou no momento em que se aspira 

Como funciona trasplante renal?

Como funciona trasplante renal?

Algumas pessoas com insuficiência renal podem ser capazes de fazer um transplante de rim. Durante a cirurgia de transplante, um rim saudável de um doador é colocado em seu corpo. O novo rim doado faz o trabalho que seus dois rins costumavam fazer

Rinoplastia Secundaria.O que é?

Rinoplastia Secundaria.O que é?

A rinoplastia secundária, similarmente conhecida como rinoplastia de reconsideração ou revisão, é o técnica executado em pacientes que já foram submetidos a cirurgias plásticas nasais, porém não tiveram os resultados desejados, realizando um novo técnica para atingir os metas estéticos ou funcionais almejados.

O técnica é considerado por alguns cirurgiões plásticos como uma intervenção mais complexa por causa de às estruturas e qualidades anatômicas do nariz terem sido alteradas primeiro, o que necessita de que o profissional confronto com fazenda cicatricial e pouco cartilagem para exemplar o nariz. Quer saber mais sobre rinoplastia? Acesse https://etienne.com.br/ para mais.

Por que os pacientes escolhem a rinoplastia de revisão?

Os pacientes que procuram uma revisão ou rinoplastia secundária desafiam as habilidades e a experiência dos cirurgiões plásticos. A rinoplastia de revisão aplica-se a qualquer paciente que já tenha sido submetido a rinoplastia uma ou mais vezes e deseje melhorar a aparência e muitas vezes a função do nariz. Esses estão entre os casos mais difíceis que os cirurgiões plásticos estéticos enfrentam por diversos motivos. Quer saber mais 

Por um lado, os pacientes muitas vezes estão insatisfeitos com a cirurgia anterior e podem não entender que uma rinoplastia adicional pode não ser bem-sucedida na correção completa de deformidades estéticas que não foram corrigidas na última cirurgia ou ocorreram como resultado da cirurgia. O tecido cicatricial de uma rinoplastia anterior costuma ser um problema em casos de revisão e pode limitar o resultado final, pois pode recorrer mesmo após uma rinoplastia de revisão bem-sucedida. Além disso, a rinoplastia de revisão geralmente requer o uso de cartilagem para substituir a cartilagem danificada e/ou deficiente removida na cirurgia anterior.

O septo nasal pode estar desviado, o que requer correção para melhorar tanto a aparência do nariz quanto sua função. A obstrução nasal também pode ser causada por um colapso das cartilagens da ponta, resultando em colapso da válvula externa. O desvio do septo nasal juntamente com deficiências nas cartilagens laterais superiores são uma ocorrência comum em casos de revisão, resultando em colapso da válvula interna, exigindo o uso de enxertos de cartilagem chamados “enxertos de espalhamento” para abrir essa área estreitada.

O que é feito em uma rinoplastia de revisão?

A rinoplastia de revisão geralmente requer cartilagem para suporte estrutural da ponta e/ou ponte do nariz. A cartilagem septal é muitas vezes deficiente e os cirurgiões plásticos muitas vezes precisam escolher cartilagem de outras partes do corpo, particularmente da orelha e, ocasionalmente, da costela. As irregularidades dos tecidos moles ao longo da ponte do nariz ou da ponta também podem exigir tecido que forneça uma cobertura ou camuflagem e aja como um “preenchimento natural” que é permanente. Uma excelente fonte é a “fáscia temporal”, que pode ser retirada de uma incisão remota na linha do cabelo e não resulta em déficit perceptível. Ocasionalmente, a cicatrização dentro do nariz requer o uso de enxertos de pele para reabrir uma via aérea nasal distorcida e estreitada.

Apesar dos melhores esforços do cirurgião, a rinoplastia de revisão tem uma taxa de revisão maior do que a rinoplastia primária (sem cirurgia nasal prévia). É importante que você esteja ciente disso, pois nenhum cirurgião plástico ético pode garantir o resultado da rinoplastia de revisão ou qualquer outro procedimento cirúrgico plástico cosmético para esse assunto.

Se você está considerando a rinoplastia de revisão, certifique-se de que seu cirurgião plástico certificado pelo conselho tenha experiência substancial com rinoplastia. Cirurgiões de rinoplastia experientes são mais propensos a ver casos de revisão do que aqueles que fazem essa operação com pouca frequência. Olhe para o site do seu cirurgião em perspectiva para ver quantos casos de rinoplastia estão em sua galeria de fotos. Imagens de computador podem ser úteis para o cirurgião comunicar visualmente o resultado potencial que você pode esperar da cirurgia. Pacientes de rinoplastia anteriores também são um grande recurso para pacientes em potencial; seu cirurgião plástico deve ser capaz de fornecer a você pacientes que se ofereceram para falar com você e outras pessoas e discutir suas experiências com algum detalhe.

No final, sua decisão de se submeter a uma rinoplastia de revisão é pessoal. Escolher um cirurgião plástico experiente e certificado pelo conselho que “se conectou” com você e ganhou sua confiança oferecerá a melhor chance de um resultado bem-sucedido. A maioria dos pacientes que estão insatisfeitos com o resultado da rinoplastia primária ficam satisfeitos com o resultado final da rinoplastia de revisão se seguirem essas recomendações simples. No momento em que corporificar a rinoplastia secundária? No blog Etienne detalha como funciona muitos outros assuntos e serviços, veja a seguir https://etienne.com.br/cirurgias/

Assim como na rinoplastia primária, a versão secundária do técnica pode ser realizada no momento em que o paciente está descontente com aspectos estéticos ou funcionais do nariz. É comum que, ao entregar o ambição em uma nova rinoplastia os pacientes sejam motivados pelas seguintes situações:

complicações na primeira intervenção, como técnica mal efetivado pelo médico encarregado, ficando em sequelas indesejadas pelo paciente, como tortuosidades no nariz, assimetrias, dorso baixo, exibição difícil da ponta etc. Similarmente são capazes de ter socorrido complicações funcionais, como fechamento, dificuldade para respirar e mais;

no momento em que a primeira intervenção não agrada ao paciente e, embora de não terem socorrido equívocos técnicos por parte do profissional, o resultado não foi aceitável. Essa situação pode ser motivada por um dificuldade comunicacional entre médico e paciente, com diferenças entre as esperanças e a existência do técnica.

Para evitar que a rinoplastia secundária apresente complicações de fileira entre a probabilidade do paciente e as capacidade da técnica, é fundamental frequentar honestamente com o clínico plástico encarregado sobre quais os metas a serem atingidos com o técnica. Similarmente é fundamental corporificar todas as consultas e avaliações pré-cirúrgicas para garantir um resultado mais aceitável.

Fonte de Reprodução: Getty Images

O profissional em rinoplastia vai avaliar se a rinoplastia secundária é de fato o técnica mais apropriado e se as mudanças estéticas almejadas pelo paciente são capazes de ser atendidas pela intervenção. Caso este retorno seja crédulo e o paciente esteja com o quadro de saúde afinado, será capaz de ser agendada a rinoplastia secundária.

Depois de quanto tempo posso corporificar a rinoplastia secundária?

Não há uma manifestação obrigatória de quanto tempo o paciente necessita aguardar entre a rinoplastia antepositivo e a de revisão, uma vez que ao longo a cicatrização da rinoplastia também são capazes de acontecer modificações estéticas e funcionais no nariz, sendo indispensável esperar a recuperação completa do paciente antes que ele seja domesticado a um novo técnica. No maior parte, porém, a intervenção secundária não é realizada antes de um ano em seguida do técnica principiante.

O paciente precisa esperar a cicatrização completo da primeira rinoplastia para certificar-se de que quer ser domesticado de novo à técnica. Isto é fundamental, uma vez que as estruturas nasais são capazes de ser alteradas mesmo em seguida do tempo de alívio imediato. Caso decida por realizar a revisão da rinoplastia, deve-se buscar um clínico plástico bamba, com caráter em rinoplastia e que seja de firmeza.

Para garantir que o paciente já está talhado a mudar de novo pela intervenção, o profissional vai requisitar uma série de exames, além de experimentar supervisionar quais aspectos da primeira esforço não foram satisfatórios.

Dessa maneira, ao ser domesticado à rinoplastia secundária, o paciente será capaz de ter um resultado mais adornado com o pressentido a princípio. Para o médico, este técnica apresenta mais limitações, uma vez que o fazenda cicatricial e a diminuição da cartilagem restringem as capacidade. Não obstante, essa discórdia deverá ser abordada com o clínico plástico antemão.

Anatomia e fisiologia

O nariz é subdividido anatomicamente em três compartimentos; a abóbada óssea, a abóbada cartilaginosa superior e a abóbada cartilaginosa inferior. Estes têm em comum uma partição de sustentação, o septo ósseo e cartilaginoso formado pela lâmina perpendicular do etmóide, o vômer, a crista palatina e o septo cartilaginoso quadrangular. A abóbada óssea é uma estrutura piramidal que forma a base estrutural principal. As paredes laterais consistem nos processos frontais da maxila e nos ossos nasais com união ao osso frontal na linha média. A abóbada cartilaginosa média é formada pelas cartilagens laterais superiores (ULC) que estão presas à borda dorsal do septo como asas em um ângulo ideal de 15 graus. As extremidades cefálicas estendem-se profundamente aos ossos nasais por uma distância de 11 mm. As bordas caudais estão conectadas às bordas cefálicas dos pilares laterais das cartilagens laterais inferiores (LLC) com tecido adiposo fibro formando um ângulo de 120 graus com o septo. A abóbada cartilaginosa inferior compreende um par de cartilagens laterais inferiores, a cartilagem septal caudal e a espinha nasal. A cartilagem lateral inferior é composta pela fina cruz medial vertical que repousa sobre a placa do pé, a cúpula curva, também conhecida como cruz média, e a cruz lateral alargada que se liga à cartilagem lateral superior formando a válvula interna. O LLC forma a válvula nasal externa onde a inspiração é iniciada com a contração do músculo nasal e puxando o pilar lateral. O sistema muscular subaponeurótico (SMAS) estende-se e cobre o esqueleto nasal. O plano de clivagem de dissecção cirúrgica corre profundamente ao SMAS sobre o esqueleto.

                                             

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Rinoplastia