Tag: plastica

Rinoplastia Secundaria.O que é?

Rinoplastia Secundaria.O que é?

A rinoplastia secundária, similarmente conhecida como rinoplastia de reconsideração ou revisão, é o técnica executado em pacientes que já foram submetidos a cirurgias plásticas nasais, porém não tiveram os resultados desejados, realizando um novo técnica para atingir os metas estéticos ou funcionais almejados. O técnica 

O que é a mamoplastia?

O que é a mamoplastia?

Conheça melhorar a mamoplastia! Mamoplastia (cirurgia estética mamária) O que é mamoplastia? A mamoplastia é cirurgia estética realizada nos seios. Estes procedimentos incluem aumento ou aumento do peito, redução da mama e reconstrução mamária. Aumento mamário (mamoplastia de aumento) O aumento ou o aumento do 

Rinoplastia Secundaria: Porque Fazer?

Rinoplastia Secundaria: Porque Fazer?

A rinoplastia secundaria também conhecida como rinoplastia de revisão, é onde alguém realiza uma cirurgia no nariz após ter realizado uma cirurgia nasal. As razões para realizar a rinoplastia secundaria são tão variadas quanto as razões para realizar uma plástica no nariz em primeiro lugar. Isso pode incluir aparência ou estética inaceitáveis, dificuldades respiratórias ou ambas. A rinoplastia de revisão pode ser uma das operações mais desafiadoras e recompensadoras da cirurgia plástica facial. Esta operação pode representar vários obstáculos exclusivos da revisão, incluindo:

  • anatomia alterada e não natural
  • tecido sicatricial
  • sobre ressecção da estrutura de suporte necessária do nariz
  • fornecimento limitado de cartilagem ou “material de reconstrução”
  • dificuldades anatômicas específicas que tornaram a primeira cirurgia especialmente desafiadora, como pele muito grossa ou fina, cartilagem e tecidos moles severamente torcidos e assimétricos, torção do septo e outros.

Como Uma Revisão Difere De Uma Rinoplastia Original?

Devido à camada adicional de desafios e dificuldades exclusivos da rinoplastia de revisão, os cirurgiões de rinoplastia de revisão devem ter experiência, treinamento e domínio em todas as diferentes técnicas e abordagens à cirurgia de rinoplastia. Eles devem ter uma “caixa de ferramentas cheia” de ferramentas úteis e a experiência para utilizá-las para o benefício do paciente.

Pacientes que procuram rinoplastia de revisão geralmente experimentam um caminho muito complexo e emocionalmente difícil entre a primeira cirurgia e a revisão ou revisão. Eles costumam abordar sua primeira cirurgia com esperança e otimismo, apenas para ficar desapontados e desencorajados. Depois de fazer muita pesquisa, às vezes por anos, eles alcançam novamente, mas com nervosismo e ansiedade. Novamente, esse pode ser um caminho muito desgastante e emocional. Embora isso possa ser difícil, pode proporcionar algumas das experiências gerais mais gratificantes para o paciente e o cirurgião. Ver pacientes desanimados que finalmente ficam felizes, com sua esperança e otimismo originais restaurados, é uma parte maravilhosa e emocionante do que motiva e conduz um cirurgião de rinoplastia de revisão.

O Que Saber Antes De Fazer Uma Revisão De Rinoplastia

Se você está considerando uma Rinoplastia de Revisão, considere e tenha em mente os princípios listados abaixo:

  • Geralmente, é melhor esperar 1 ano da sua operação anterior antes de considerar a reoperação. As razões para isso são várias, incluindo inchaço não resolvido e tecido cicatricial imaturo, alterações no nariz que estão em processo de ocorrência e até problemas que podem resolver sem intervenção adicional, evitando a necessidade de outra cirurgia. Em quase todas as circunstâncias, é melhor esperar mesmo quando o cirurgião e o paciente estiverem convencidos de que outra operação será necessária.
  • Você deve esperar melhorias, mesmo melhorias dramáticas; no entanto, você não deve esperar perfeição. Embora essa afirmação seja verdadeira para rinoplastia primária, é particularmente verdade para rinoplastia de revisão.
  • A recuperação da rinoplastia de revisão geralmente é mais longa que a recuperação da rinoplastia primária. O nariz pode inchar mais e por mais tempo. Pode ser mais sensível e o congestionamento pode ser pior do que com a primeira cirurgia.
  • Se você está razoavelmente feliz com sua primeira cirurgia e tem “apenas algumas coisas menores”, você deseja consertar. Você realmente deve pensar e repensar sua decisão de iniciar outra operação. Você provavelmente nunca alcançará o resultado “perfeito”. Dito isto, por favor, não pense que você tenha que conviver com uma rinoplastia primária ou prévia, indesejável ou inaceitável, com revisão prévia. Podemos alcançar melhorias dramáticas e belos resultados, mesmo em casos de revisão.
  • A função de equilíbrio (capacidade de respirar) com a estética é muito importante. Não importa o quão bonito seu nariz possa parecer, se você não conseguir respirar, não foi uma cirurgia bem-sucedida. Este é um componente importante de todas as cirurgias de rinoplastia. Narizes bonitos devem funcionar bem e ficar lindos.
  • É muito comum que pacientes com rinoplastia de revisão entrem no consultório e expressem pesar ou remorso pela decisão inicial de realizar uma rinoplastia. Eles trazem fotos de si mesmos antes da cirurgia inicial e dizem: “Eu só quero meu nariz velho de volta”. 

Essencialmente, o objetivo da operação de revisão é simplesmente desfazer a cirurgia anterior e devolvê-la ao local onde estava antes da cirurgia. Infelizmente, esse objetivo simplesmente não é possível de ser alcançado. Depois que o nariz é aberto de qualquer maneira e a cirurgia é realizada, ocorrem alterações irreversíveis que não podem ser devolvidas. A cartilagem nativa exige enxerto para força e suporte, foram realizados cortes, modelagem ou moldagem do nariz que não podem ser desfeitos. Até a pele que cobre o nariz se comporta de maneira diferente após a cirurgia. Lembrar, há uma razão para você originalmente querer uma rinoplastia. Ter uma mentalidade de que, apesar de seus objetivos originais obviamente não terem sido alcançados, você continuará avançando com novos objetivos. Isso ajuda a definir expectativas apropriadas e torna a cirurgia e a recuperação às vezes longa muito mais fáceis de gerenciar.

Conte com a nossa empresa para lhe oferecer as melhores soluções e melhores serviços. Precisa de um orçamento ou quer conhecer nossas condições? Entre em contato com a gente!

Quais são os riscos de uma rinoplastia

Quais são os riscos de uma rinoplastia

A rinoplastia é a intervenção plástica indicada para revisão plástica do nariz, há inúmeras capacidade: reforçar ou coarctar o nariz, permitir exibição à ponta, concordar as asas nasais e até coarctar a giba óssea, que é com os médicos chamam o ” embaraço ” ou 

Quais são ricos de uma rinoplastia

Quais são ricos de uma rinoplastia

Indiscutivelmente um dos procedimentos estéticos mais procurados pela indivíduos, a rinoplastia é um dos tipos de intervenção que são capazes de acabar com a segurança, o incômodo e a baixa entono de várias indivíduos. No entanto, o que vários não sabem é que essa interferência 

Quais são os ricos de uma rinoplastia

Quais são os ricos de uma rinoplastia

A rinoplastia é a intervenção plástica indicada para revisão plástica do nariz, há inúmeras capacidade: reforçar ou coarctar o nariz, permitir exibição à ponta, concordar as asas nasais e até coarctar a giba óssea, que é com os médicos chamam o ” embaraço ” ou ” indiferença ” do nariz.

A execução da rinoplastia é muito antiga. Estima-se que tenha sido desenvolvida entre o final do século 19 e o início do século 20. Inegavelmente, nos dias atuais, há um rico entendimento da fisiologia nasal, bem como da exame do segmento nasal. Com isto, há uma constante evolução das técnicas de plástica nessa região.

“Das primeiras rinoplastias, feitas por via endonasal ( fechamento ), às chamadas exorrinoplastias, feitas de modo direto na estrutura do órgão (por via aberta ), houve um florescimento não apenas em correlação às técnicas cirúrgicas empregadas, cada vez mais precisas, como no que diz respeito à recuperação dos pacientes, cada vez mais ágil “, conta clínico plástico Gerson Luiz Júlio, braços da Clube Brasileira de Intervenção Plástica.

Informações

A rinoplastia é a intervenção plástica indicada para que pessoas está descontente com o formato natural do nariz. Várias vezes a intervenção é associada a mais procedimentos nasais, como a revisão do septo nasal e a turbinectomia, que é a afastamento de parte dos cornetos nasais, a popular carne esponjosa, que costuma reforçar na figura de alergias, como a rinite. A rinoplastia pode ser feita a partir dos 15 anos de idade, idade em que o progresso do facial do paciente já está terminado.

Como é feita a rinoplastia

Há duas técnicas utilizadas para a rinoplastia: a aberta (exorrinoplastia) ou fechamento (endonasal). Na técnica aberta é feita uma jovem incisão na base do nariz, entre as narinas, e na parte interna de cada narina. Na técnica fechamento, há incisões somente dentro das narinas.

“A técnica da rinoplastia aberta é mais indicada nos casos em que há a urgência de grandes modificações na ponta do nariz “, explica o clínico plástico Wagner Montenegro. ” Porém nesses casos similarmente pode ser usada a técnica fechamento, então encontra-se a norma do clínico plástico qual será o tipo empregado “.

Arquivos contra indicações da rinoplastia - LTJ Plástica


Um ponto fundamental é que a rinoplastia fechamento é um técnica que necessita de grande apreciação do profissional, uma vez que ela é realizada sem a ficção do clínico, ou seja, o clínico plástico trabalha às escuras, já que a pele do nariz do paciente não é levantada. Na técnica fechamento há algumas benefícios, como o técnica ser um pouco mais desembaraçado, o resultado final oferecer ao nariz uma aparência mais natural, a recuperação mais ágil que na intervenção aberta e não ficar nenhuma gilvaz ostensível.

Embora da maior parte dos solicitações referirem-se à redução e remodelamento, há casos em que pode ser realizado o crescimento nasal, por meio do enxerto de cartilagem, instituição de próteses ou desempenho no local. Para a redução do massa do nariz, são retiradas partes da cartilagem e / ou é realizada a raspagem e o lixamento do embaraço.

A quebra do embaraço nasal é realizada somente em casos específicos, avaliada antigamente ao longo o exame físico, no finalidade de coarctar, o “ossinho” do nariz, e também a base alargada. Nesses casos, mutuamente, a quebra é feita para gratificar a raspagem óssea, que diminui a massa óssea do local, estimulando a formação óssea do local e para concordar o nariz de indivíduos que possui a base bastante folga.

Quem sofreu qualquer quebra prévia, que deixou o nariz adunco, similarmente pode ter necessidade de da quebra nasal para ajustá-lo.
A anestesia pode ser a maior parte ou até local com sedação, caso seja usada a maior parte, será essencial a intubação do paciente e a respiração será auxiliada por aparelhos ( somente ao longo o técnica cirúrgico). A intervenção tardada, quase, duas horas.

Rinoplastia antes e depois nariz de grande: o que esperar? | Dra. Danielly  Solar Andrade | Otorrino BH

O paciente que passa pela rinoplastia é liberado no mesmo dia. Nos casos da intervenção de rinoplastia associada à intervenção ligado, o paciente precisa ficar internado por um tempo de 12 a 24 horas.
Especificações para o novo nariz

Os especificações para recomendação da rinoplastia e o novo formato do nariz são a equivalência e a similitude facial, a partir de atitudes da rosto, constantemente conhecendo e respeitando a vontade do paciente.
No entanto, o clínico plástico Wagner Montenegro, braços da Clube Brasileira de Intervenção Plástica, explica que a receptividade para reparar o melhor percurso e técnica para cada tipo de frente não é encontrada em cálculos perfeitos, então, precisa ser considerada a ficção plástica do clínico.

Hoje há softwares em 3D que utilizam a imagem do próprio paciente para a visualização do nariz após a intervenção plástica, porém é fundamental advertir que eles dão somente uma rudimentos vaga dos resultados e não a firmeza de como seria capaz ficar o resultado.

Acesse Aqui: Confira as novidades no Site Dr.Etienne

Procedimentos associados à rinoplastia

Similarmente é comum relacionar à rinoplastia a mais procedimentos nasais, como a revisão do septo nasal e a turbinectomia. Neste caso, é sugerido que a intervenção seja realizada pelo clínico plástico e o otorrinolaringologista. São capazes de similarmente ser realizadas em conjunto outras cirurgias plásticas faciais, como a blefaroplastia ( intervenção das pálpebras).

Exames importantes para a rinoplastia

Além dos exames importantes antes de qualquer técnica cirúrgico (exames de sangue, análise cardiológica, porção de sódio, potássio, ureia e creatinina e coagulograma), o médico pode exigir um exame de imagem, como a tomografia computadorizada, para avaliar com mais detalhes a estrutura nasal. Nos casos em que estão associadas cirurgias funcionais, como a revisão do septo nasal, serão importantes: raio-x da rosto e nasofibroscopia.

Afazeres antes da intervenção plástica

Os afazeres pré-operatórios são: jejum de oito horas e arrebatamento por ao menos sete dias do utilização de anticoagulantes.

Saiba mais: Rinoplastia: Intervenção pode provocar uma oscilação da voz?

Contraindicações à rinoplastia

A rinoplastia é contraindicada para pacientes que apresentem doenças prévias em ciclo aguda, mulheres em ciclo de amamentação e também indivíduos em utilização de remédios anticoagulantes.

Riscas da rinoplastia

Os riscas cirúrgicos específicos da rinoplastia são sangramento opíparo e dificuldade respiratória no pós-operatório, além de resultados insatisfatórios. Com qualquer intervenção, a rinoplastia contém riscas de infecção e relativos à anestesia.

Pós-operatório

No passado, era empregado o gesso no pós-operatório. Hoje ele foi cambiado por um plástico enrijecido, que efetua uma fixação melhor e é mais higiênico, permitindo que o nariz fique inabalável por mais tempo. Esse plástico similarmente se molda de forma mais efetivo ao nariz e pode ser ungido. Os curativos são mantidos por 15 dias, sendo sete dias com plástico enrijecido e sete apenas com cadarço adesiva porosa. Os tampões internos ficam por um dia.

Respiração e refeição

A respiração encontra-se dificultada logo nos primeiros sete dias pela figura de coágulos nas narinas, melhorando com o utilização de descongestionantes nasais recomendados pelo clínico. Por ao menos sete dias é indicada que a refeição seja mais pastosa uma vez que, como a região estará dolorida e inflamada, o ideal é evitar alimentos duros, que exigem mastigação mais forte e pode fazer incômodo.

Conte com a nossa empresa para lhe oferecer as melhores soluções e melhores serviços. Precisa de um orçamento ou quer conhecer nossas condições? Entre em contato com a gente!

FONTE: http://www.drwulkan.com.br/?gclid=Cj0KCQjwov3nBRDFARIsANgsdoGrHJTyC8iEyoEvWjrUUxKuIVAE7PJtfjvKWv04tfMqmXbhWjHUOTYaAsc-EALw_wcB

Cirurgia Intima(Ninfoplastia): O que é?

Cirurgia Intima(Ninfoplastia): O que é?

O objetivo da ninfoplastia em é reduzir o tamanho dos pequenos lábios, corrigir qualquer assimetria importante e, se necessário, reduzir as extensões anteriores em ambos os lados do clitóris. O objetivo é obter uma vulva harmoniosa com o tamanho dos pequenos lábios em relação ao dos grandes lábios e o volume da vulva.